"Quem tem muito pouco, ou quase nada, merece que a escola lhe abra horizontes”
Emília Ferreiro

Constituinte Escolar




No dia 29 de setembro a Secretaria Municipal de Educação juntamente com nossa Escola e a Escola Pe. Pagliani, realizou reunião finalizando a Constituinte Escolar, no salão paroquial Santo Antonio, para acolher os anseios das respectivas comunidades escolares e o resgate das práticas pedagógicas. Na mesma oportunidade foram escolhidos os delegados para participar da Iª Conferência Municipal de Educação.

Xadrez na Escola






Alunos de 7ª e 8ª séries participam do Projeto de Xadrez com a finalidade de aprimorarem o raciocínio lógico.

EVENTO EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO ESTUDANTE 11/08

No dia 11 de Agosto, em comemoração ao Dia do Estudante, a EMEF Manoel Pereira Vargas, através da Coordenação do PDE, trouxe para seus alunos abordagens sobre CIDADANIA, em seus aspectos jurídico e humano. O aspecto jurídico, foi abordado pelo advogado Cristiano Cardoso, para as turmas de 7ª e 8ª séries, enquanto a cidadania de caráter humano, foi proferida pelo Padre Guilherme Panatieri, da Igreja Matriz do Divino Espírito Santo, para as turmas de 5ª e 6ª séries.
Cidadania, é, sem dúvida um dos grandes desafios da sociedade moderna, em tempos em cada vez mais a individualidade prepondera, e é, com toda certeza, um dos papéis que devemos assumir na formação de pessoas mais conscientes, principalmente de suas responsabilidades, na expectativa de nos tornarmos, em um futuro próximo, uma nação rica, também em desenvolvimento humano.
Fica o nosso Muito Obrigado, aos palestrantes, Cristiano e Pe. Guilherme.


video video




PDE NA ESCOLA


Apartir de 2008 nossa escola tem sido contemplada com recursos do Programa de Desenvolvimento da Educação- PDE, objetivando atender projetos direcionados para um melhor desempenho do educando, para atender exigências do MEC diminuindo o índice de reprovação, aumentando o interesse de permanência deste aluno na escola e tornar a comunidade escolar mais participativa.
Os recursos foram aplicados no desenvolvimento de projetos pedagógicos como os de leitura para 4º e 5º anos iniciais e nas séries finais do ensino fundamental, com a finalidade de despertar no alunado o gosto pela leitura, o que os levará a um melhor desempenho no aprendizado.
Voltado para a comunidade escolar como todo, criou-se o projeto Familia 10 Escola 1000 buscando aproximar mais a familia da escola, tornando-a mais participativa na tomada de decisões no acompanhamento pedagógico e disciplinar da escola.
Obedecendo o Programa Escola para Todos, do MEC, parte do recurso foi destinado para acessibilidade, onde realizou-se obras de adaptação nas dependências da escola, construindo-se banheiro e novas rampas de acesso para portadores de dificiência, dentro das normas da ABNT.
No ano de 2010 estamos dando continuidade em alguns projetos já iniciados anteriormente, e outros então no aguardo do cumprimento do cronograma, já previamente estabelecido.

FESTIVIDADES DO DIA DO LIVRO




Foto1 - Alunos das séries iniciais, nas festividades do Dia do Livro
Foto2 - Alunos recebendo material didático do programa " FAMÍLIA 10, ESCOLA 1000" do Programa de Desenvolvimento da Educação - EMEFMPV.
Foto3 - Alunos da pré escola tendo seu 1º contato com o universo da leitura, na Biblioteca Colorida.







BIBLIOTECA COLORIDA



Para o ano letivo de 2010 teve continuidade o projeto de leitura "LER PARA SER", em sua proposta original, e também ousamos em recriar a estrutura física com a adição de uma nova proposta didática escolar.
O Plano de Desenvolvimento da Educação(PDE-Escola), através de seus colaboradores, buscou uma repaginação do ambiente de pesquisa e leitura, visando uma adequação pedagógica e um maior interesse por parte dos alunos da Escola. Então, criou-se um sub-projeto, "BIBLIOTECA COLORIDA".
Uma biblioteca colorida e organizada pressupõe um ambiente agradável e prazeroso, que estimule ao exercício da leitura.
Com apoio da direção, o trabalho de organização e padronização foi iniciado em janeiro, para que no dia do livro, os alunos já podessem se apropriar dessa nova linguagem, utilizando um código de cores.
O código, além de oferecer a interpretação dessa nova linguagem, também estimula o aspecto visual nos alunos, objetivando a estética e o gosto pelo fazer bem, partes integrantes do universo pedagógico.
As cores, Rosa destinada a 5ª série, o verde para a 6ª série e o roxo para a 7ª série, pensando em banco do livro para os alunos.Para a 8ª série, a cor escolhida foi o vermelho. Para o uso dos mestres, o Lilás(como pano de fundo do magistério), foi a cor escolhida. Já para a Literatura infantil, o azul claro foi estipulado, e assim decorreu também para os anos iniciais, literatura infanto-juvenil, até chegarmos na literatura em geral, passando inclusive por formação de professores e políticas públicas

ABERTURA


Bem vindos ao Blog da Escola Manoel Pereira Vargas.

Pesquisar em MPV